quinta-feira, agosto 09, 2012


Amor não é prisão


Dá vontade de prender numa caixinha de vidro, monitorar, colocar circuito interno de câmeras. Dá vontade de ler pensamento, ter bola de cristal, ser adivinha, fazer mágica, ter controle mental... Dá vontade de saber todos os passos dados, controlar, vigiar, sabe onde foi, seguir..  Descobrir com quem fala, falou ou vai falar. A gente pensa em tudo, enlouquece, se estressa, viaja nos pensamentos mais malucos. Dá vontade de mandar muita gente pra lugares indevidos, falar besteira, brigar, bater, matar.. Mas aí a gente para pra pensar e vê que tudo isso é loucura, é maluquice pura! É onde a gente percebe que confiar não é fácil não. Mas é necessário. Porque quando duas pessoas que se amam ficam longe tudo pode desandar, ou... se houver confiança... Tudo pode dar muito mais do que certo! É complicado. Mulheres têm os tais hormônios que dominam todo o corpo, cabeça, alma e coração... Mas é preciso confiar. Ciumes demais é doença e ninguém aguenta! Sair dos trilhos de vez em quando e ficar meio maluquinha controladora pode até ser, mas virar uma maluca maníaca compulsiva não tá com nada né! Até porque o amor e a obsessão são coisas completamente diferentes uma da outra. O amor é duradouro, saudável e verdadeiro. A obsessão machuca, ilude, é uma doença e todos acabam muito mal no final... É preciso saber se controlar, saber ter limites, saber a hora de brincar e a hora de agir com seriedade, calma e paciência... 

É preciso saber que para amar outra pessoa precisamos em primeiro lugar deixá-la livre, porque o amor não é prisão, não é jaula, deve ser recíproco e partir de cada um. Sem pressão, sem desespero.  

Se for teu fica, permanece. Se for embora é porque nunca foi seu de verdade.

2

2 comentários:

Pâmela Cristina Ribeiro Ferracini disse...

Não basta dizer eu te amo, é preciso haver confiança. Sem ela, não há amor que viva, e sim, vivendo de conta que se ama.

Belas palavras, Bela (entendeu rsrs...)

victor disse...

Isso é fato meu amor, não tem como ficar juntos se não te ver confiança de ambos os lados.

Postar um comentário

E aí, o que achou do texto? Seja sempre bem vindo(a) e volte sempre! ;* <3