sábado, julho 03, 2010


Então...



Até onde se pode acreditar nas pessoas?



Eu queria mesmo ter um detector de mentiras, uma bola de cristal, visão de raio x, magia... Mas isso é coisa de mentirinha, porque na vida real você se arrisca confiando em alguém, que na maioria das vezes vai fazer você quebrar a cara, e jurar nunca mais confiar em outra pessoa. 

Isso sempre acontece.

Mas é impossível não confiar, não se arriscar, não fechar os olhos e dar aquele lindo salto rumo ao desconhecido. 

Insanidade?
Talvez...

Mas e daí?
A realidade é que, se você não se arriscar, vai continuar nesse mundinho fechado e vazio... E sinceramente, não vale a pena. 

E se, depois do salto rumo ao desconhecido, você cair de cara no chão... Levante-se, recomponha-se, busque a coragem que está dentro de você e continue... O mundo não vai parar por sua causa, então porque não aproveitar o salto antes de cair no chão?

Isso mesmo, voe alto... Sonhe, viva nas nuvens, jamais se esquecendo da realidade.
Amigos, eles são importantes. Valorize-os.
Dance, beba, sorria, curta os seus dias, viva a sua vida!
Nunca desista dos seus sonhos, não abra mão da felicidade, e se existe alguém que te faça sorrir, aproveite!



Seja agradável, tenha paciência, respire fundo e conte até DEZ!
Muitas vezes você precisará fazer isso.

Eu só espero que as coisas se acertem pra mim, seja lá como for...
14

14 comentários:

Viiviih M. disse...

è verdade,não basta só existir!Nós temos que viver,afinal a vida é só uma(ou não?).
Dá uma olhadinha?!?http://www.mythoughtsandfeelingsshow.blogspot.com/
preciso de opiniões sinceras!

Joyce disse...

Eu compreendo direitinho, essa coisa de confiar nas outras pessoas. Já me magoei algumas vezes, mas não dá pra ficar só na defensiva. É preciso arriscar como você disse.

Bela, que as coisas se acertem logo pra ti.


Beijos!

Carolinne disse...

Temos que arriscar, se não, nunca iremos progredir, é horrivel confiar tanto e depois como vc disse car de car no chão mas fazer o que? É a vida... temos que aprender com nossos erros...

beijoo :**

Felicidade Clandestina. disse...

quem nos dera prever , isso seria mesmo um antidoto de todas as dores .


mas as dores causadas na maioria das vezes por aqueles que mais amamos, essas dores nos fazem crescer muito. amo vir aqui e te ler . um enorme beijo flor . fique bem (L)

Juliana Oliveira disse...

Sumidona! Que lindo texto, arrasando como sempre? como vai a vida?
bjooooo

Thais Alves disse...

Devemos aproveitar o máximo possível de um ruflar das nossas asas mesmo que dure segundos , aproveite , talvez as nossas asas nunca mais se abram . ameei *-*'

camila souza. disse...

ee na verdade eu não sei

Julia disse...

acho q é um impossivel , vivermos sem acreditar em ninguém
até pq precisamos de outras pessoas p viver.
mas é horrivel, qnd alguém que amamos mente para nós, pensamos "poxa... eu confiava tanto nele!" é fogo, mas agnt tem q usar isso como um ponto positivo e ficar mais esperta c as pessoas ;)
beijos, adorei seu blog e o post :*

disse...

Adorei o post. Realmente, é necessário arriscar-se. E sobre mentiras? Prefiro nem falar, já fui vítima de algumas realmente dolorosas, e pior: Continuo com a pessoa que as fez. Afinal, o importante é a sensação de quando se está voando, e não de quando se está no chão, certo?! Se você ainda não leu, recomendo que procure a crônica chamada O salto, do Antônio Prata. É ótima! Beijos.

PS: Estou de volta, e com blog novo!

Thaís. disse...

Bela, foi lindo te ver escrevendo leve, dessa forma.

Toma um beijo.
E um sorriso.

Trashy Fame disse...

oiie *-* estamos seguindo aqui, amei o blog
dá uma passada no nosso também:
www.thetrashyfame.blogspot.com
se gostar, nos segue la *-*
bjs, Trashy Fame

camila souza. disse...

ate aonde a gente se decpeciona uma vez,duas vezes tres...

Ana Tereza ॐ disse...

seguindo ! (:
amei o blog e o texto, muito liindos *-*

- Gαbrιellα Peret ~' ! disse...

Desaprender para aprender.Deletar para escrever em cima.
ameei oo bloog *-* ; seguindo.!
daa umaa olhadiinhaa noo meeu taaambeem, see gostaa.. (:
- Bjoos ;*

Postar um comentário

E aí, o que achou do texto? Seja sempre bem vindo(a) e volte sempre! ;* <3