sexta-feira, março 12, 2010


Reencontro ( parte 2 )



Quando se tratava de sentimentos, Gabi não se saía muito bem, no fundo ela tinha medo, e o medo a controlava, até aquele momento...
Ela tinha sido o centro das conversas entre seus amigos pelo simples fato de ter se envolvido tão depressa com Fred - esse é o nome dele.
Ela era conhecida por sua incrível capacidade de esnobar as pessoas. Evitava envolvimento, não gostava de ficar muito tempo com uma pessoa.
Sim, ela havia ficado o resto da noite ao lado dele, como se um imã a atraisse. Esse mesmo imã não deixava ela pensar em outra coisa. Cidade pequena, amigos em comum... Iria procurá-lo, não se perdoaria se ele fosse embora de sua vida tão depressa.
Haviam se passado apenas dois dias depois da festa que provavelmente mudou sua vida, ou pelo menos a maneira de encará-la. Ela sentia seu coração bater quente em seu peito, como nunca sentira antes. Costumava ser gelada, até demais.
Não se importou com os outros, nem sequer prestou atenção no que se passava ao seu redor, nada mais importava. Ela havia encontrado uma fonte de felicidade e só isso bastava.
Resolveu ir até a casa dele, talvez a coragem de tocar a campanhia surgisse do nada.
Surgiu, mas inesperadamente seu telefone tocou, no exato momento em que sua mão iria tocá-la, uma voz conhecida, ela não acreditava, era ele!
Sua vontade era de sair correndo, sumir! Não sabia o que fazer, como lidar com aquela euforia toda? Suas mãos suavam, aquele frio na barriga a incomodava, pareciam borboletas dançando em seu estômago...
- Gabi? -perguntou a voz do outro lado da linha.
- Sim, eu mesma. O que desejas senhor? -respondeu ela em meio a gargalhadas quase forçadas.
Essa era a verdadeira Gabi, não perdia uma! E não deixaria que ele percebesse seu nervosismo.
- Se eu disser que desejo você, o que você me diria? -Ele queria entrar em seu jogo a qualquer custo, mas falou com medo de ser mal interpretado. Em seguida complementou. - Estou com saudades...
- Eu não estou em listas de desejos, me desculpe. - mais gargalhadas - Mas a gente pode negociar a parte da saudade, você está em casa? -mal conseguiu perguntar, sua garganta estava seca, a voz saiu vacilante.
Era tudo o que ele queria... Uma pista! Ela estava na mesma sintonia que ele, era sua chance, não a desperdiçaria por nada nesse mundo.
- Sim, estou. Vai vir me ver?
- Então abra logo esse portão, que eu não vou esperar mais nenhum segundo aqui do lado de fora! -sua voz saiu doce demais, suplicante demais. Ela pretendia ser autoritária, mas não dessa vez...
Ele não pensou, correu e abriu o portão, poderia ser um sonho, mas ela estava lá. Parecia uma boneca com seu vestidinho florido que se encaixava perfeitamente em seu corpo. Isso o fez arrepiar, ela era irresistível.
Nem pensou em como ela teria chegado lá, ou quanto tempo estaria na frente de sua casa, simplesmente a puxou para si e a beijou. Beijo intenso, apaixonado...
Por um segundo teve dificuldades em se lembrar de como era respirar. Ela afetava ele de uma forma que nem saberia explicar.
Paixão, férias, verão, tempo, distância, rotina...
Não pensavam em nada, só em ficar juntos, nem se lembraram que as férias iriam durar mais duas semanas, apenas. Nem na distância, na verdade não conseguiam pensar em muitas coisas quando se viam. Seus corpos involuntariamente se atraiam, como se tivessem sido feitos um para o outro.
Não perceberam que havia alguém insatisfeito com aquilo.
Olhos repletos de ódio, ele faria de tudo para separá-los. Sangue quente, mas agiria como uma cobra, ter sangue frio lhe seria mais útil. Tinha um plano, e menos de duas semanas para executá-lo.
Ela seria sua, nem que fosse por um dia. Louca obsessão.
Estava tudo muito perfeito, tudo muito em paz. E os dois nem imaginavam o que lhes aguardava...
17

17 comentários:

Borblady disse...

adorei mesmo , tou ansiosa por saber o que vai acontecer .
continue, tem jeito (:

anaa ' disse...

quem é esse que vai estragar tudo?? ¬¬
to adorando, muuuuito fofo *-*
beegs

«╬♥ LADy M«╬♥ disse...

simplismente lindo to te seguindoo.. se puder me visitar tb ficarei feliz .... espero q goste bjs otimo fds pra tii

Carolinne disse...

Ai que lindooooo.............. Isso me deixa mais apaixonada ainda... Aiin to doida pra ver o restoo!! Lindo bloggg, muito fofo!

Paula Teles disse...

Nossa ameei lindo e lindo, vou voltar sempre pra ver o resto. Beijos e estou seguindo *--*

- aari disse...

ansioosa, pro final @______@

;)

Lara da silveira disse...

" se eu disser que desejo você o que me diria?" UAU mksamçkaskmas inspirante, muito fofo! amei. parabens,quero ver o resto :D beijao volte sempre

Joyce Carolini. disse...

"Se eu disser que desejo você, o que você me diria?"
Rapaz ousado, hein!
Bela querida.
Amei!

Beijos pra ti!

Daniela Filipini disse...

"- Então abra logo esse portão, que eu não vou esperar mais nenhum segundo aqui do lado de fora! -sua voz saiu doce demais, suplicante demais. Ela pretendia ser autoritária, mas não dessa vez..."
ADOREI! Continua? *-*

Wilian Bincoleto Wenzel disse...

Por favor... continue! *_* Rs'

Vamos ver até que ponto um homem pode chegar quando seu lado -obsessão- está louco por algo ou alguém!

;*

Rebeca Amaral disse...

Vai continuar, né? ;)
Amei tudo por aqui! Beijo.

Mariana Leal disse...

Muito bom adorei,estou seguindo seu blog :)

Diego Morais disse...

Puxa, que texto legal.
Bem interessante mesmo.
Sempre bom ler esse tipo de texto.
:)

Alanna Stefhany disse...

Ta lindo, como sempre, claro!
Eu não exclui o meu blog, sabe Bela, não vou da o gostinho da derrota para os plagiadores, pois no fundo eles sabem que não são os autores. Apenas mudei o nome, tipo virei uma página da minha vida, virou Inconstante.
Bjoo e estou de volta! eeeeebaaaaa!

camila souza. disse...

essa foto e de um filme?

Deni Maciel disse...

legal
adorei.
textualidade incinfundivel
se eu ler um texto de 10 pessoas
saberei qual é o seu *-*

lindo...
parabens por brindaros visitantes do seu blog com lindas histórias e envolveimento

Edgard ♠♦O Pierrot♥♣ Antonello disse...

Excelente como sempre. E ousado como nunca.
Agradeço aos elogios a meu espaço mais uma vez.

Saudações do Pierrot.

Postar um comentário

E aí, o que achou do texto? Seja sempre bem vindo(a) e volte sempre! ;* <3